2 + 2 são o mundo todo

Acompanhe

2 + 2 são o mundo todo

Anos atrás li um artigo, que não vou lembrar de quem nem do que era, mas em que o autor comparava cozinhar com costurar. Falava que conforme as roupas passaram a vir prontas as pessoas pararam de aprender a costurar. E ele apostava que o mesmo aconteceria com a comida. Quanto maior a industrialização menor o aprendizado.

Isso me assustou bagarai. Por que faz todo sentido. Eu não sei costurar. Compro roupa pronta por isso e nem quero aprender a costurar. Na economia atual e com o shopping aqui ao lado eu realmente não preciso costurar.

E vejo as pessoas ao meu redor que não sabem cozinhar fazendo o mesmo. Não aprendem a cozinhar porque não precisam. Compram pronto, pedem delivery. As embalagens e poluição e a ignorância sobre o que está dentro daquela comida são só um detalhe. O que importa é a conveniência. Do mesmo jeito que não sei que chinês maltratado costurou a minha roupa, ou fez meu telefone. A conveniência nos libera do trabalho, e também do conhecimento.

O que me faz pensar que: quanto mais industrialização, menos conhecimento.

Mesmo quem trabalha nas fábricas não precisa saber o processo todo, só precisa saber a função que exerce. Autômato, apertador de botão, recebedor de salário, comprador de comida pronta, de roupa pronta, vivedor de vida pronta. Não somos todos?

E acho também que o inverso é verdadeiro: quanto menor o conhecimento, maior a industrialização.

Quanto menos você sabe, menos irá questionar, e mais você irá comprar. Uma lindeza para a economia. E um desastre para a qualidade de vida e pro meio ambiente. Por que tu acha que querem tirar investimento de educação?

anterior

© Mixirica. Tudo nosso.

Back to Top